terça-feira, 6 de maio de 2008

the truth is, that I miss you so.




Esboçavam-se meios sorrisos por entre as meias palavras. Eram beijos pela metade, seguidos de amores inacabados. Não havia fim ali, ou inicio, havia medo. Corpos trêmulos de calor e frio com corações rachados dentro, desculpava-se pelas despedidas ao amanhecer.
Cedeu-se palavras ao outro, espaços internos, doces da madrugada fria. Abriu, com dedos finos das mãos geladas, pequenas caixas avermelhadas, já cobertas de poeira, revelou-se luz e sombra.

3 comentários:

gian disse...

Um amor pela metade. Nem bom, nem ruim. Ou os dois juntos?

R. disse...

Voce escreve profundamente..e esse é o maior segredo do artista que consegue usar as palavras...


Acho que voce vai gostar do poema novo q postei..é bem a sua cara.
um beijo

a Prinçusa disse...

é das coisa mais bonitas q li aqui :)