terça-feira, 17 de agosto de 2010

we're just two lost souls swimming in a fish bowl...


E sorriu mais uma vez. E passou a mão nos cabelos. E riu de novo. E beijou barba, nariz, labio e pescoço. E se fez de inteira metade. E puxou para mais perto, para completar. E riu. E beijou. E apertou os sexos, gemendo um pouco mais alto, para ver se gostava. E olhou nos olhos, mas não disse nada. Disse tudo. E escutou. E falou. Falou, falou, falou, e escutou. E trocou. E destrocou. E entrelaçou dedos, soltou, e entrelaçou de novo. Na dança dos dois que, na verdade, permaneciam parados. E abraçou mais forte, ainda para completar, e aquecer. E tremeu. Sentiu medo. E riu da piada sem graça, para não rir da engraçada. E fugiu para ser caçada. E chorou por dentro. De alegria. E continuou. E parou, só para começar de novo. E partiu. Só para voltar.

4 comentários:

Rodrigo Passos disse...

quanta sensibilidade, lindo, lindo!!!

Clarissa Braga disse...

eu gosto muito disso... gosto demais. a danca de duas pessoas que se comunicam sem se comunicar e se enganam sabendo que nao enganam ninguem... amo a musica, amo o texto. e amo o: e partiu. so para voltar.

Bianca B. disse...

Esse texto ficou lindo. Muito intenso.

Mariana Stutz disse...

Por falar em breguice...



Hihihihi. Mimimi.